Coordenador do curso de odontologia  fala sobre procedimentos para prevenir câncer

Por Camila Carvalho

Engana-se quem pensa que saúde bucal é apenas um sorriso bonito. O Brasil é um dos países recordistas de câncer bucal. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), as estimativas para 2018 foram de 14.700 novos casos, sendo 11.200 homens e 3.500 mulheres. São mais de quatro mil mortes por ano. Isso coloca o país na terceira maior incidência de câncer bucal do mundo, atrás apenas da Índia e da antiga Tchecoslováquia.

Ainda segundo o INCA, a melhor maneira de prevenir é estar em dia com a higiene bucal, evitar bebidas alcoólicas, não fumar; ter uma alimentação saudável e principalmente visitar regularmente o dentista. 

Diante de todos esses números, surge a campanha Julho Laranja. A iniciativa visa abordar a importância da saúde bucal por meio da sensibilização e difusão de informação à população sobre prevenção e correção dentária infantil.

A campanha foi idealizada por uma equipe de profissionais de Brasília (DF), que escolheram a cor laranja por simbolizar alegria, vivacidade e confiança. O mês de julho foi o escolhido porque é o período que os brasileiros mais buscam pela Ortodontia Infantil.

Segundo o coordenador do curso de odontologia do Icesp, Ricardo Paulin, a saúde bucal é o que define o bem estar da saúde de todo o corpo. “Todo mundo já ouviu alguma vez: a saúde começa pela boca, e isso é uma das maiores verdades. Há muitos problemas em relação às infecções, doenças que começam pela forma de comer ou com a não escovação. Isso gera inflamações, infecções, problemas periodontais e até perdas de dente. Tudo isso agrava os problemas da saúde no geral”, relata.

Para o dentista, outro fator que contribui para agravar os problemas de saúde bucal no país é a falta de acesso básico da população aos tratamentos adequados. “Nossa população não tem acesso, às vezes por falta de dinheiro, outras por falta de informação do quanto isso é importante para priorizar os tratamentos. De modo geral, a saúde bucal na população brasileira é razoável nas capitais, mas no interior ou em locais distantes é bem precária. Em relação a isso nós temos que trabalhar para melhorar”, disse.

Projeto de Lei – Ortodontista na Escola

Iniciativas para mudar essa triste realidade da população brasileira já estão em pauta no Poder Legislativo. O coordenador Ricardo Paulin é autor do Projeto de Lei que estabelece uma Política de cuidados ortodônticos, preventivos e interceptativos em crianças de 6 a 12 anos, alunos da rede pública de ensino. O projeto foi protocolado pela Deputada Federal Celina Leão na Câmara dos Deputados, em Brasília, no dia 18 de abril de 2019.

O Projeto de Lei busca conscientizar a população no geral, mas em especial os pais das crianças. É necessário que eles entendam a importância das consultas regulares ao dentista para prevenir problemas. Segundo Paulin, é durante a fase de crescimento da criança que começam surgir problemas com autoestima e muitas crianças sofrem bullying por causa de má formação da má formação nas arcadas e nos dentes. Por meio dessa iniciativa, o bem- estar psicológico dessas crianças irá melhorar e consequentemente promoverá a autoestima.

O autor do projeto explica como funcionará nas escolas. “Primeiro, o ortodontista visita a escola e explica aos alunos sobre cuidados com a saúde bucal, em seguida é realizada a primeira consulta e em caso de necessidade de tratamentos, as crianças serão encaminhadas para o tratamento com ortodontista no Sistema Único de Saúde (SUS). O projeto busca lembrar os pais de levarem as crianças e pré-adolescentes ao dentista.”, completou.

O Projeto Ortodontia na escola é de âmbito nacional e está em tramitação na Câmara dos Deputados.

 O Icesp apoia essa causa

O curso de odontologia do Icesp está empenhado em contribuir para alavancar essa campanha, para que ela se torne tão importante como outras mundialmente conhecidas como é o caso do outubro rosa e novembro azul.

Na próxima quinta-feira (11), os alunos de odontologia do Icesp poderão assistir a uma palestra que irá falar sobre o Julho Laranja e também sobre Gestão e Marketing na Odontologia. O evento será realizado no auditório do campus Águas Claras, às 19h30.

A palestrante convidada é a dentista Thaís Gonzalez da Silveira Coelho, professora de Ortodontia, Bases Biológicas, Administração Aplicada à Odontologia e Formação Profissional.