O desafios da Defesa Agropecuária e os principais problemas dentários que acometem cães e gatos foram debatidos

Por: Camila Carvalho

Na segunda noite da Savet (2), o assunto abordado foi a Defesa Agropecuária pelo Dr. em Ciência Animal Jorge Caetano Junior. A segunda palestra teve como tema Odontologia Para o clínico de pequenos animais e foi comandada pelo Dr. Floriano Pinheiro. Ao final de cada apresentação, os profissionais receberam dos alunos um certificado como forma de agradecimentos.

A Defesa Agropecuária é uma estrutura com normas e ações voltadas para a preservação ou melhoria da saúde animal, sanidade vegetal e a qualidade e segurança de insumos e produtos agropecuários.

O Brasil é o terceiro maior exportador agropecuário mundial, segundo estudo divulgado pela Organização Mundial do Comércio (OMC). Dentro de cinco décadas, o país passou da condição de importador para um dos países que mais exportam produtos agropecuários. O segredo? Produtividade. Segundo o Dr. Jorge Caetano Júnior, o que levou a esse aumento foi a valorização do que é produzido no país e os três pilares da agropecuária brasileira: a tecnologia, os recursos naturais e as políticas públicas e privadas.

O palestrante enfatizou que, futuramente, o mundo terá muitas fazendas no mar e que o profissional de medicina veterinária deve se preparar para isso. “O recado que eu quero deixar é que vamos ter muitas fazendas no mar. O único lugar que produzirá proteína será na água. Acredito que a veterinária tem muito a contribuir com isso”, alertou Jorge Caetano.

Na segunda palestra o Dr. Floriano Pinheiro falou sobre a saúde odontológica em cães e gatos. Segundo ele, o principal problema odontológico desses animais é o tártaro. E que a higiene bucal diária é a melhor prevenção para que o paciente não adquira problemas futuros.