Engenharia de Minas

O Curso

O Curso de Engenharia de Minas visa formar profissionais com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, capacitados a absorver e desenvolver novas tecnologias, estimulando a sua atuação crítica e criativa na identificação e na resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade. Os egressos devem possuir base de conhecimentos científicos com habilidade para pensamento crítico que servirá como fundação para um aprendizado contínuo. Deve, também, possuir habilidades para planejamento e execução de projetos de engenharia, gerenciamento de recursos humanos, negociação de contratos, além de ética e responsabilidade legal.

Entre as atribuições dos engenheiros de minas, deve estar a proteção ao bem-estar dos seres humanos e desenvolvimento sustentável do planeta, envolvendo habilidades de recuperação do meio ambiente e segurança e destinação dos rejeitos gerados na lavra e no beneficiamento.

Em função das características intrínsecas do gerenciamento de riscos na mineração, o profissional de Engenharia de Minas também está habilitado a atuar em áreas mais gerais da engenharia, como análises de risco, gerenciamento de recursos naturais, geoestatística e estudos de variáveis regionalizadas.

O Plano Pedagógico do Curso foi elaborado/atualizado tendo em mente um caráter inovador, com matriz curricular moderna, contemplada com disciplinas que dão aos acadêmicos do curso formação técnica sólida e formação humanística apropriada e necessária ao futuro Engenheiro de Minas. O Curso é desenvolvido em cinco anos, ou dez semestres, com carga horária total de 4560 horas, das quais 360h são de Estágio Supervisionado, 80h de Trabalho de Conclusão de Curso e 200h de Atividades Complementares.

Importante salientar que o Curso está estruturado em plena consonância com a Resolução CNE/CES 11 de 11 de março de 2002 (DCN), inclusive no que diz respeito ao percentual do currículo destinado aos conteúdos básicos, profissionalizantes e específicos. Além disso, possui no currículo disciplinas optativas que contemplam Libras, entre outras disciplinas julgadas importantes para complementação curricular do estudante.

Atividades como Estágios, Visitas de Campo e Visitas Técnicas, Controle Ambiental, entre outras, dão ao Curso um diferencial que possibilita a formação de profissional atualizado e com amplas possibilidades de exercer sua profissão de forma competente.

Mercado de Trabalho

Logo após a crise mundial em 2008, os investimentos no setor de mineração foram retomados e a formação de profissionais capacitados anualmente ainda não acompanha a necessidade das mineradoras no país. Uma pesquisa feita pelo jornal Folha de São Paulo, com base em dados do Ibram (Instituto Brasileiro de Mineração), DNPM (Departamento Nacional de Pesquisa Mineral), Mdic (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) e Rhio´s (Recrutamento e Seleção, especializados nas Indústrias de Mineração, Petróleo e Gás, Energia, Construção Civil, Engenharia e Infra-Estrutura), ressaltou que até 2015 o setor deve abrir 150 mil postos de trabalho, e só a empresa Vale deverá disponibilizar 6.600 novas vagas já em 2013. No entanto, a formação de profissionais ainda está longe de ser suficiente para esse mercado, uma vez que são formados apenas cerca de 400 geólogos e 210 engenheiros de minas por ano no Brasil. Enfim, a oferta de cursos de engenharia de minas é insuficiente para suprir as necessidades do setor produtivo e o desenvolvimento social do país.

Ao oferecer o curso de Engenharia de Minas, a FKBH contribui de forma decisiva para o resgate histórico da mineração no Estado, uma das primeiras vocações econômicas da região, e, ao mesmo tempo, o seu compromisso com o futuro da atividade mineradora no Estado, e com o desenvolvimento sustentável da região. Impulsionado pelo mercado econômico atual, onde tais recursos são imprescindíveis para o desenvolvimento e sustentabilidade econômica do país e em particular de Minas Gerais, torna-se cada vez mais necessário o envolvimento da Academia com o mercado produtor e consumidor, que exige novas tecnologias além da responsabilidade com o Meio Ambiente.

A mineração é, portanto, um dos setores básicos da economia do país, especialmente de Minas Gerais, o que contribui de forma decisiva para o bem estar e a melhoria da qualidade de vida das atuais e futuras gerações, sendo fundamental para o desenvolvimento da sociedade, desde que seja gerenciada com responsabilidade social, estando sempre presentes os preceitos do desenvolvimento sustentável.

Duração

4 anos | Noturno - 19:20 às 22:00

Formação

Bacharelado

Curso Reconhecido

pelo MEC

Processo Seletivo

Vestibular Digital

Graduação Digital

Confira disponibilidade na sua região ou unidade.

Cursos a partir de:
R$320,70 / Mês
Opções de parcelamento:

6x com
40% de desconto

Confira disponibilidade na sua região ou unidade.

Opções de parcelamento:

12x com
30% de desconto

Confira disponibilidade na sua região ou unidade.

Instituições parceiras